Publicado em Deixe um comentário

Guardar no Meu ArchDaily © Linnéa Therese Dimitriou Sliperiet,

Guardar no Meu ArchDaily

© Linnéa Therese Dimitriou
Sliperiet, Umeå Arts Campus desenvolveu um novo tipo de impressora 3D que apresenta maior flexibilidade de impressão a um custo menor. Chamada de Hangprinter, o sistema é suspenso por uma série de linhas de pesca finas, não requerendo de um quadro ou trilhos, mas podendo ser anexado a qualquer superfície estável como, por exemplo, um teto.

Parte da iniciativa de inovação + Project, a Hangprinter está em processo de construir uma “Torre de Babel”, um projeto que atualmente mede quase três metros e meio de altura, tornando-se o objeto mais alto que o sistema fez , “que é muito mais alto do que o escopo de qualquer impressora de grande formato comercialmente disponível”.

Inventado por Torbjørn Ludvigsen, que iniciou o projeto enquanto estudante na Universidade de Umeå, o projeto da Hangprinter foi originalmente formulado para reduzir custos. “O quadro ou caixa era quase metade do custo final da impressora 3D, e eu pensei que eu poderia fazer sem ele”, disse Ludvigsen. Hangprinter pode ser montado por cerca de 200 Euros.
+4

Guardar no Meu ArchDaily

© Linnéa Therese Dimitriou
Sem as restrições de um quadro ou caixa, a impressora é limitada apenas pela altura vertical de tudo o que é suspenso.

Guardar no Meu ArchDaily

© Linnéa Therese Dimitriou
“Considero esta tecnologia muito emocionante, uma vez que nos dá maior flexibilidade”, disse Linnéa Therese Dimitrou, Diretora de Criação da Sliperiet. “Oportunidades incluem a impressão em áreas vastas e impressão de grandes volumes – horizontal e verticalmente – sem a necessidade de construir trilhos ou quadros. A configuração também pode ser ampliada e adaptada para outros materiais. Versões futuras do dispositivo podem ser equipadas com sensores para maior precisão e uso no exterior. O projeto da torre em Sliperiet, onde os pontos do acessório são movidos longitudinalmente enquanto ascendemos, e mostra que esta é uma ideia possível.”

Guardar no Meu ArchDaily

© Linnéa Therese Dimitriou

“Tanto quanto sabemos”, observou Ludvigsen, “a HangPrinter é a única impressora 3D de seu tipo. Existem robôs paralelos acionados por cabo e outras impressoras 3D a cabo, mas a HangPrinter é única, pois todas as partes, exceto a fonte de energia, estão montadas no dispositivo móvel e podem usar estruturas existentes – neste caso, as paredes – como estrutura.”

Em um esforço para incentivar a colaboração, os desenhos para a Hangprinter estão disponíveis gratuitamente para serem baixados.

Notícia via: Umeå University.

Publicado em Deixe um comentário

Umea University desenvolve impressora 3D flexível e de baixo custo – ArchDaily Brasil


ArchDaily Brasil

Umea University desenvolve impressora 3D flexível e de baixo custo
ArchDaily Brasil
Sliperiet, Umeå Arts Campus desenvolveu um novo tipo de impressora 3D que apresenta maior flexibilidade de impressão a um custo menor. Chamada de Hangprinter, o sistema é suspenso por uma série de linhas de pesca finas, não requerendo de um …